Posted 17 October 2014, 3 days ago | 8,549 notes | reblog this post
(originally folha-de-maconha / via fuck-distance-of-shit)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 820 notes | reblog this post
(originally surfador / via tappada)
Até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo. Quem roubou nossa coragem? Tudo é dor, e toda dor vem do desejo de não sentirmos dor.
Legião Urbana.  (via sujeitando)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 11,262 notes | reblog this post
(originally cambaleei / via sujeitando)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 10,339 notes | reblog this post
(originally itcuddles / via seex)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 105,355 notes | reblog this post
(originally first-kisss / via mentalizes)

Não adianta dar lugar pra quem não sabe ocupar espaço.

Posted 17 October 2014, 3 days ago | 2,092 notes | reblog this post
(originally ui-marrentinha / via tappada)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 27,747 notes | reblog this post
(originally p-u-r-s-u-e / via prevalere)
Você quer ser como eles? Seres sem face, sem mente, sem coração? Quer saber o que é morrer antes de morrer?
Charles Bukowski (via soupoetico)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 8,040 notes | reblog this post
(originally diciona / via soupoetico)
Não seja tão duro com você mesmo.
Please? Please.   (via encobertos)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 1,170 notes | reblog this post
(originally s-ensitivus / via encobertos)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 37,228 notes | reblog this post
(originally liberalpussy / via mentalizes)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 24,714 notes | reblog this post
(originally vampmccall / via prevalere)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 7,779 notes | reblog this post
(originally folha-de-maconha / via folha-de-maconha)
Deixo minha marca de batom vermelho pelos copos. Deixo meus estragos pelas ruas. Deixo minhas cinzas de cigarro pelo chão. Deixo meu amor pra quem faz por merecer. Deixo minha antipatia pra quem se acha superior. Deixo minhas verdades pra quem sabe ouvi-las. Mas o meu melhor, eu deixo pra mim, sozinha, despida de conceitos, sem julgamentos alheios, sem preocupações desnecessárias. Eu, sozinha, sou o meu melhor.
Laiza Brunett (via vodkaandtequila-please)
Posted 17 October 2014, 3 days ago | 76 notes | reblog this post
(originally vodkaandtequila-please / via vodkaandtequila-please)

Um pouco de ciúme de vez em quando até rola, mas sentimento de posse não. Sou tão minha que me permito ser de quem quiser, contanto que você entenda que a minha vida não tá ai pra ser posse de ninguém.

Tão minha...
E tão de ninguém.
As pessoas crescem, o tempo passa, tudo muda. Não fique aí se lamentando por uma coisa que uma hora ou outra iria acontecer. Não confie demais no tempo ou nas pessoas, confiança demais só gera decepção.
Sentimento de posse
não me convém!
theme por affectingyou; inspirado em decepcionar, com detalhes de maresia e quase-insana.
page 1 of 1500 »